Dupla

Se eu pudesse escolher, seria você.
Seria o romance perfeito, a história mais cômica e momentaneamente trágica que contaríamos.
Seria diferente, especial, singelo, o romance clássico e atemporal.
Se eu pudesse corresponder.
Se eu pudesse.

Você.

Ela fica, implica, faz ferida e machuca, magoa e não deixa criar casca. Parece mesmo que não sara, não seca, não acaba, não fecha, não para.