Canal 12

Primeira versão.

Desculpe dizer, mas não tenho escolha.

Tentei tantas vezes seguir você, mas cada vez que eu te encontro eu me perco mais .

Tentei respirar, encontrar a saída, mas sonhos não são feitos pra viver, te ver como eu sempre te vejo vai me cegar.

Talvez em outros dias eu quisesse te escutar.

E se eu não te chamar?

Quando não puder mais, chama por mim quando ver que o porvir já passou, que um poema já não pode mudar.

Pensei em mudar e mudar minha vida, mas planos são todos feitos pra esquecer, eu te vejo e mudo o canal.

Não pense que vai apagar da memória, são coisas que eles não vão saber, eu sei muito mais do que os outros sobre você.

Talvez em outro dia tu quisesse me escutar.

Quem você vai chamar quando entender que deixou tudo pro fim?

E quando ver que esse fim já chegou e que a música parou de tocar?

Há pouco tempo atrás eu já fiquei pra trás.

E se eu não te chamar?

Quando não puder mais, chama por mim quando ver que o porvir já passou e que um poema eu não posso apagar, de novo.

Vou ficar…

(Esteban Tavares)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s